Moises Mota

Nasceu em Itabirito, MG, em 28 de dezembro de 1988.

ocupante da Cadeira 15
Patrono: Historiador Vicente de Andrade Racioppi
Primeiro ocupante e fundador: Museólogo João Baptista Perdigão
recebido pelo Presidente-Emérito Douglas de Carvalho Henriques aos 19 de setembro de 2015

Funcionário público municipal é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Colaborou com pesquisas científicas no campo da Comunicação Social e Educação. É tradutor e escritor. Coordena o projeto #MemóriaACLCL. Atualmente ocupa a presidência da ACLCL.

Textos Publicados

Sob a luz do Seu Olhar, Maria Luzia Bellavinha, autoria de contracapa, Gráfica Lafaiete, Conselheiro Lafaiete, MG, 2019.

2014: O achamento de lisboa, Paulo Roberto Antunes, autoria de prefácio, Gráfica O Lutador, Belo Horizonte, MG, 2018.

Antônio Pitanga: gosto de trabalhar com os contragolpes, Revista Canjerê, Belo Horizonte, MG, 2017.

Tukufu Zubery – As relações diaspóricas do movimento negro no Brasil com a África, Revista Canjerê, Belo Horizonte, MG, dezembro de 2016.

Becos de Memória em Ouro Preto: Linhas de resistência e escrevivência, Revista Canjerê, Belo Horizonte, MG, maio de 2016.

Redes sociais, protagonistas nas eleições parlamentares da Venezuela, artigo de Mary Aviles traduzido para o portal Global Voices, dezembro de 2015

O Iraque está restringindo o livre discurso no Facebook?, artigo de Mohamad Najem traduzido para o portal Global Voices, janeiro de 2015

Projeto Conversando Cinema: a sétima arte a favor da docência universitária. In: I Congresso Nacional de Extensão, Cultura e Arte da UFOP, 2014, Mariana – MG. Caderno de Resumos do I Congresso Nacional de Extensão, Cultura e Arte da Ufop, 2014. v. 1. trabalho escrito em parceria com a pesquisadora Ester Louback Ferraz.

Artistas humanizam estudantes desaparecidos de Ayotzinapa no México, artigo de Laura Vidal traduzidor para o portal Global Voices, novembro de 2014

Crianças refugiadas de Mianmar compartilham histórias por meio das artes visuais, artigo de Mong Palatino traduzido para o portal Global Voices, novembro de 2014

Recepções

Acadêmico José Leão Santiago Campos