José Amâncio de Sousa Filho

A vida do caminhoneiro

Autoria: Acadêmico Des. José Amâncio de Sousa Filho e Castelo

Na solidão das estradas, chovendo ou fazendo frio
Em noites enluaradas ou com o dia sombrio
O motorista viaja vagando com o pensamento
Deixa pra trás a distância, ouve o açoite do vento
Na família vai pensando e nos problemas da vida
E também vai procurando lugar que lhe dê guarida
Seja por densa neblina ou pra dar uma descansada
Num posto de gasolina ele faz uma parada!

Conversando com colegas conta as suas proezas
Descrevendo coisas bregas e também raras belezas
Porém viaja feliz mesmo distante dos seus
Carregando na cabine a imagem do Senhor Deus
Que lhe dá força e coragem para vencer na vida
Protegido na viagem pela Virgem Aparecida
Com São Cristóvão na frente, guiando seu caminhão
Vai dirigindo contente, muita fé no coração!

Se numa curva fechada vier a sofrer um acidente
Ou até mesmo na reta bater o carro de frente
Agradeça ao Senhor Deus conseguido se salvar
Se vier perder a vida num momento crucial
Ele lhe dará guarida no Reino Celestial
Seja prudente, respeite as regras traçadas
Com São Cristóvão na frente e muita paz nas estradas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *